Alergias ou perda auditiva repentina – Você sabe a diferença?

Alergias ou perda auditiva repentina – Você sabe a diferença?

 

Quando se inicia a transição para a primavera, muitas pessoas começam a lidar com alergias e seus efeitos no corpo – coriza, dor de garganta e coceira nos olhos. Mas você sabia que alergias sazonais também podem afetar seus ouvidos? Prurido, inchaço, pressão, tontura, zumbido e até mesmo perda auditiva são sintomas possíveis. Por mais que essas condições geralmente sejam temporárias, até mesmo perdas de audição rápidas são assustadoras. Então como saber se sua perda auditiva tem relação com alergias ou uma condição mais séria?

Como as alergias afetam a audição

Perda auditiva causada por alergias costuma ser uma forma de perda auditiva condutiva. A transmissão de som é bloqueada durante sua jornada do ouvido externo ou médio para o ouvido interno. Como isso acontece? Se elas causam uma reação na pele como coceira ou inchaço do ouvido externo e canal auditivo, elas podem te impedir de ouvir claramente.

Alergias também podem levar a acúmulo de fluido no ouvido médio, e esse fluido pode bloquear suas Trompas de Eustáquio (como quando ficamos congestionados por uma gripe). Como resultado, você pode ter a sensação que seus ouvidos estão cheios ou entupidos e experienciar um pouco de perda auditiva. Como o acúmulo de fluidos pode ser um terreno fértil para bactérias, também pode levar a infecções no ouvido e danificar ainda mais a sua audição.

Embora o ouvido interno seja a parte com menor probabilidade de ser afetada por alergias, se ele for infectado você pode sentir sintomas como tontura, pressão e zumbido. Além disso, embora a causa exata da Síndrome de Ménière permaneça desconhecida, acredita-se que as alergias sejam um dos possíveis desencadeantes. Para aqueles que foram diagnosticados com Ménière, uma reação alérgica no ouvido interno pode aumentar a probabilidade de desenvolver perda auditiva.

Perda auditiva repentina

Enquanto a perda auditiva causada por alergias costuma ser temporária, ela não deve ser confundida com perda auditiva neurossensorial súbita (PANSS) ou surdez súbita. A PANSS pode ocorrer sem avisos e acontece gradualmente ao longo de vários dias ou de maneira súbita. É causada por fatores como traumatismo craniano, doença autoimune, infecções virais ou bacterianas, má circulação sanguínea, uso de drogas ototóxicas ou doença neurológica. A PANSS frequentemente ocorre junto com sensação de oclusão ou pressão no ouvido, zumbido ou até mesmo tontura.

Semelhante à perda auditiva causada por alergias, a PANSS também pode ser temporária se tratada de maneira adequada e rapidamente. Mas a chave é diagnosticá-la. Se tiver alguma perda auditiva súbita, não demore a consultar um médico otorrinolaringologista. Eles podem avaliar seus ouvidos e audição e determinar se a perda auditiva é devido a uma obstrução, como inchaço ou fluido (como causado por alergias) ou se é o resultado de um problema mais sério que impede que seus ouvidos processem o som adequadamente.

Não ignore a perda auditiva

Como a perda auditiva pode afetar significativamente sua saúde, ela nunca deve ser deixada de lado. Mesmo que você pense que é apenas um sintoma de suas alergias sazonais, atrasar o tratamento pode piorar ainda mais seus efeitos. Embora possa ser difícil distinguir entre a perda auditiva causada por alergias e a perda súbita da audição, um médico pode fazer a distinção e recomendar o melhor tratamento para proteger sua audição.

Audição & Vida Aparelhos Auditivos
contato@audicaoevida.com.br
Nenhum comentário

Deixe um comentário